7.5.10

Juju, Rafa e Toti!


Pentecostes vem aí... Em João 14.16 eu li "Mas o Paráclito, o Espírito Santo que o Pai enviará em meu nome, é que vos ensinará tudo e vos recordará tudo o que eu vos disse." Depois de ler, escrevi:

Sabe Rafa: Deus nos presenteou com tudo o que É e com tudo o que Tem; doou o céu e a terra para ti e para mim; colocou todas as criaturas celestes ao nosso serviço. Que tristeza! Essa graça se perdeu quando Adão caiu daquela escada.

Fique ciente Toti: Foi por causa dessa queda que, mais tarde, Jesus acabou repetindo o gesto de Seu Pai. Ele se presenteou a nós, com todas as Suas obras; com todos os Seus sofrimentos; com toda a Sua sabedoria e com toda a Sua justiça. Por quê? Ora, para nos aproximar de Deus; para que re-experimentássemos a vida marcada pela justiça de Deus; para que re-conhecêssemos as obras de Deus; para que nos re-encontrássemos com Deus.

Guarde bem isso Juju: Para que o presente de Deus não passasse despercebido é que veio o Espírito Santo! Ele, tal como o Pai e o Filho já tinham se doado, também se doou, continua se doando; continua nos ensinando a reconhecermos as bênçãos de Cristo; continua nos auxiliando a tomarmos posse, a retermos, a utilizarmos, a repassarmos as bênçãos de Deus para quem é próximo.

Nunca esqueçam: Nem todos os acontecimentos; nem todos os movimentos e nem todo o entusiasmo precisam, necessariamente, vir do Espírito Santo. Às vezes o Espírito de Deus se mostra tempestuoso como um furacão. Noutros momentos Ele se apresenta às nossas mentes como se fosse o doce cheiro do capim roçado no quintal das nossas casas. Quando sentirem esse “cheirinho”, Ele, o Espírito Santo, estará querendo se estabelecer nas suas vidas a partir das lembranças dos ensinos de Deus. Ouçam-No. Dêem-lhe espaço. Façam pausa. Permitam que, por alguns instantes, a roda da vida gire a seu bel prazer. Primem pela sobriedade. Não parem. Não permitam que o pessimismo escravize. Não se desgastem com auto-críticas. Não assumam postura triunfalistas. É Deus falando... Ouçam!