25.2.08

Aventura em 1972 - 1


Corria o ano de 1972. O Roque, o Luiz, o Edmar e eu andávamos muito juntos naqueles tempos. Todos tínhamos sonhos e pensávamos muito no nosso futuro. Assim, certo dia, resolvemos fazer uma grande viagem pelas estradas do Rio Grande do Sul. O Roque era dono de uma lambreta vermelha. Já o Edmar de um velho motociclo fabricado no final dos anos 40. Reunimo-nos para conversar sobre aquela aventura. Sairíamos de Santa Cruz do Sul e passaríamos por Venâncio Aires, Mariante, Lageado, Carazinho, Panambi e, finalmente, Cruz Alta. Lá visitaríamos o Pastor Sérgio Schaefer e seu grupo de jovens, a JECA (Juventude Evangélica de Cruz Alta). O Edmar e eu tínhamos objetivos maiores em mente. Foi por isso que decidimos encarar aqueles 500 km de estrada. Creio que o Roque e o Luiz só queriam aventura.

Chovia muito quando começamos a viajar naquela manhã de outono. A estrada era de barro e estava extremamente escorregadia. Lembro que depois de viajarmos cerca de 50 km, escapamos de ser atropelados por um caminhão carregado de fumo. Seu motorista precisou jogar o veículo na valeta para desviar nossas motos e, assim, poupar nossas vidas. Quando me lembro deste momento penso que ali, naquele exato momento, deveríamos ter retornado. Seguimos adiante. O tempo foi passando. Ainda lembro do ronco daqueles motores. Estávamos simplesmente exauridos quando, no município de Carazinho, fizemos pose naquela rodovia que ainda não estava asfaltada. Mais um pouco e seria noite. Do objetivo ainda estávamos relativamente distantes. Logo depois de clicarmos algumas fotos seguimos viagem.

A estrada estava toda sinalizada com tochas de chamas vermelhas das quais brotava odor de óleo queimado. A noite era escura. Quando foi de repente, caimos dentro de um buraco. O silêncio de todos me assustou. Entendi que pelo menos um de nós tinha morrido. Graças a Deus os arranhões foram poucos. Reunimos nossas últimas forças junto com nossas poucas economias e nos hospedamos num pequeno hotel, em Saldanha Marinho. Continuarei esta história noutro momento...