13.8.10

Tristeza!


Um dia te chamei de amigo!
Hoje, por aqui, o dia é nublado.
Ele, carregado de tristeza,
colore de cinza minha alma.
A percepção da escuridão
me fez lembrar de ti.
Meu pensar se converteu em ação
e escrever este verso eu decidi.
Pensei, matutei no que comunicar.
Daí travei, continuo travado
e o dia continua chumbeado.
Promete ficar mais turvado.
Aqui e agora eu daria tudo,
sim, tudo para ser alado...

Nenhum comentário: