Postagens

Mostrando postagens de Outubro 18, 2013

Pastoral Urbana

Imagem
Quanta gente se perde, continua se perdendo na cidade? Faço esta pergunta por que experimentei essa realidade na carne. No final dos anos 50 minha família trabalhava na agricultura no interior de Tenente Portela (RS). Nossa vida era pacata. À noite olhávamos as estrelas e dialogávamos horas e horas sob a luz do luar. Lembro que as vezes ouvíamos o rádio na sala iluminada com uma lâmpada da marca Aladim. Já durante o dia, eu, menino, brincava com os filhos dos índios kaingang e a vida seguia seu ritmo lento, seguro e constante.
Foi de repente a nossa mudança para Porto Alegre (RS).Naquela época meu pai estabeleceu o seu negócio na Avenida Farrapos. O movimento constante de veículos me dava dor de cabeça. Estávamos vivendo uma crise familiar muito grande, por não dominarmos aquele contexto citadino. Num certo domingo, bem cedo, saí a caminhar sem rumo pelas calçadas do bairro onde morávamos: IAPI. Não demorou muito, me vi diante de um templo simpático; de uma igreja, cujas portas estavam…