12.4.10

Homero Severo Pinto


Eram os anos setenta. Estávamos jovens e, pelo menos duas vezes ao ano, nos encontrávamos para articulação de momento novo. Foi assim que crescemos para dentro da década de 80. Nunca trabalhamos juntos num mesmo Distrito Eclesiástico, Região Eclesiástica ou Sínodo - o Homero e eu. Lembro do seu jeito simpático, simples de ser. Seus olhos sempre brilharam quando dos nossos encontros oficiais e extra-oficiais. Ao meio dia não tinha conversa: radinho na orelha para ouvir esporte colorado na Rádio Guaíba, mais tarde Gaúcha.

Afastamo-nos... Encontramo-nos cada vez menos... Lembro que conversamos ao telefone em meados de 2006. No outro lado da linha falava o vice-presidente da IECLB que me ouviu; deu-me sugestões; tratou-me com o mesmo carinho de outrora. Vi-o mais grisalho, amadurecido, em Curitiba (PR) quando da Convenção de Ministras e Ministros. Suas falas e seus atos tinham um leve tom de campanha política para ser o presidente dessa Igreja na qual investimos nossas vidas. Compartilhou que, ainda guri, quase foi ser padre, mas que, graças a Deus, certa bela prenda, o animou, o canalizou ao pastorado. Sim, meu amigo continuava alegre, cheio de humor, sorridente, solícito.

Faz alguns meses, em outubro, festejamos a Reforma Luterana em Joinville (SC). Nosso pastor Homero repartiu enfoques sobre o mais nosso Lutero. Palavra fácil de ser compreendida, empreendida. Nos últimos meses precisou ir à África. Que pena! Ficou doente, acamado, diariamente lembrado nas orações daquelas e daqueles que vivem, que se alimentam da esperança. Ouço e leio que sua família luta junto atrás de uma bandeira re-simbolizada com rosa branca.

Levanta Homero. Caminha de novo. Abraça tua esposa, teus filhos, teu netinho que vem. Te aquenta nessa Comunidade que também tem teu cheiro, porque erguida com ferramentas “Made in Brazil”. E tu, vivente... Sim, tu que escondes malícia nos sulcos do rosto enquanto pensas em caminhos aplainados. Cuidado! Deus tem planos que perpassam os aramados e tu bem podes não ser o tal convidado...