31.7.07

Uma lenda!

Era uma vez um casal que vivia muito feliz, n'alguma das cidades do planeta terra. Os dois se amavam e sempre repartiam das suas alegrias e tristezas, um com o outro. E assim, desse jeito, viveram felizes durante muitos anos, até que um dia descobriram um velho livro empoeirado no sótão de sua casa. Nele estava escrito que lá no fim do mundo havia um lugar onde a terra e o céu se tocavam. Que naquele lugar a gente podia encontrar a grande, a maior felicidade que se pode experimentar em vida.

Organizaram-se, trabalharam muito e deram jeito em todos os dinheiros necessários para então ir em busca desse mágico lugar. Decidiram que iriam encontrá-lo, custasse o que custasse. Viajaram o mundo todo à procura do mesmo. Suportaram todas as dificuldades que uma viagem dessas proporções exige. Sim, tinha que valer a pena. Eles tinham lido que, nesse lugar havia uma porta na qual a gente só precisava bater, entrar e já se estaria envolvido, encharcado da enorme felicidade. Demorou, mas acabaram chegando ao tal objetivo. Bateram à porta e, com o coração batendo cada vez mais forte, observaram ela ir se abrindo, devagarinho, bem devagarinho.

No que adentraram no recinto, pararam estupefatos. Não é que estavam dentro da sua própria casa! O seu lar estava tal e qual como eles o haviam deixado antes da partida, em busca do lugar onde a felicidade completa podia ser achada. Ah! Desculpe! Na verdade não re-encontraram o seu lar como o tinham deixado! Nele havia uma nova porta que conduzia para o pátio e esta, estava aberta, escancarada.

Foi então que entenderam que o lugar onde o céu e a terra se tocam e onde se pode encontrar a felicidade integral é aqui mesmo, bem pertinho de nós, na nossa vizinhança. Nós só precisamos abrir a porta da nossa casa. Sair para a rua e iremos participar da vida que o nosso próximo vive e, depois, permitir que ele, o próximo, participe também da nossa.

Nenhum comentário: