22.6.10

Ser profeta!


Hoje dei uma olhada acurada numa palavra do profeta Isaías (Isaías 6.8) onde se lê: “Em seguida ouvi o Deus Eterno dizer: Quem é que eu vou enviar? Quem será o nosso mensageiro? Então respondi: - Aqui estou eu. Envia-me a mim!”

Como é que uma pessoa se torna profeta? Sabe-se que muitos relutaram em aceitar a missão de testemunhas, de profetas de Deus neste mundo. Moisés foi um deles. Ele era um sujeito que não conseguia falar em público, pois temia que tanto os israelitas como o próprio Faraó não dessem a mínima atenção ao que ele viesse a dizer. O profeta Jonas fugiu de Deus em direção ao mar quando soube da missão que lhe cabia. Agindo assim ele deixou claro o grande receio de cumprir a tarefa de chamar os habitantes da cidade de Nínive ao arrependimento. Lembram do profeta Elias? Ele ficou decepcionado com a missão que Deus tinha escolhido para ele. Resignado, se recolheu no deserto para morrer uma vez que cria não poder se desincumbir da tarefa que Deus lhe tinha alcançado. O profeta Jeremias se entendia muito moço para falar em nome de Deus e também tentou se omitir da missão de Deus.

Aqui neste versículo a conversa é outra: Isaías ouve a pergunta que Deus faz e, imediatamente, se oferece para entrar na brecha. “Aqui estou eu. Envia-me a mim!” – diz ele. Esta resposta que Isaías dá tem sua origem numa grande experiência que ele mesmo fez com Deus. Ele teve uma grande visão onde viu a glória, a presença de Deus preenchendo o Santuário. Ali, todos os anjos e todos os seres celestes estavam do lado de Deus. Louvando, eles confirmavam a grandeza de Deus. Num primeiro momento o profeta Isaías ficou muito chocado com esta visão, uma vez que tinha ciência que nenhuma pessoa podia ver Deus e continuar vivendo – nem mesmo Moisés pode ver Deus face a face. O fato é que um anjo purificou Isaías para este momento.

Somente depois dessa experiência é que Isaías assumiu o cargo de profeta. Também ele teria que repartir uma mensagem de juízo entre o povo. As pessoas o ouviriam, mas não o entenderiam. O profeta Isaías também deveria caminhar caminho solitário se quisesse ser fiel àquilo que Deus lhe pedia para dizer. Tu e eu temos tanto a dizer. Como vamos dizer? Vamos perguntar se podemos dizer? Simplesmente assumir dizer? Refletir muito antes de dizer?