29.12.13

Esquecer o entardecer!

Sim, brinquei com os meninos,
Mas nunca suas fraldas troquei.
Até penso que não me inspirei
Naqueles dias meio inquilinos, 
Que alargaram minha história,
Marcada por sensibilidades,
Árvores frutificando saudades,
Raízes alimentando memórias!

Com o Natal veio companhia,
Diálogos, muita conversação.
Foi enorme a minha emoção!
Seria aquila uma nova via?

O Filho de Deus veio aqui
E misturou-se com a gente.
Ele quis ser nosso parente
Contextualizando-se guri!
Se era divina Sua natureza,
Abdicou desse bom legado 
E, chamando-nos pro lado, 
Doou-nos da Sua grandeza! 

Que vontade de agradecer;
Perdoar o gesto ausente;
Viver bem mais contente
E esquecer o entardecer!

Ano Novo de 2014 - Oração!