29.6.06

A águia está madura



Neste momento o nosso filho Áqüila está nos visitando aqui em Munique. Mais cinco dias e retorna ao Brasil. Lá, dará início à sua caminhada para dentro da vida. Em março ele completou 26 anos. Neste dia, em homenagem, escrevi-lhe alguns versos:

Áqüila Davi
Foi assim que pensamos teu nome, ó Guri
Nascido em tempos de boas descobertas
Épocas duras que, também abertas,
Pariram um menino de Ti.

Áqüila Davi
São Leopoldo, Porto Alegre e Cianorte
Era o destino indicando bom norte
Leituras que, sempre certas,
Forjaram mente esperta.

Áqüila Davi
De Cruz Alta a Florianópolis – um pulo só –
Sinônimo do ferrão de culturas e crises
Mesmo assim, hora de fincar raízes,
Administrar na garganta o nó.

Áqüila Davi
A inspirar uns poucos meses do ar europeu
Por onde andas há muita festa, amizades
Tempos doados que geram saudades
Um jeito de ser que é só Teu.

Áqüila Davi
ESAG e UFSC – a Universidade e um Projeto
Hoje Administrador – amanhã Jornalista?
Bons textos e a História em revista
Um “Curriculum” Concreto.

Áqüila Davi
Vinte e seis anos – a Águia está Madura
O homem voará, enfrentará vida dura
A Companhia estará bem ao lado
E o tablado já está montado.

Nenhum comentário: