1.8.06

Força ex-guri!


Parece mentira. Eu olho um pouquinho prá trás e me dou conta que a Paula e o Daniel cruzaram por aqui, na semana passada. Logo que voltaram à sua linda cidade, nos ligaram e conversamos pelo telefone. Viveram alguns contratempos com as passagens, mas nada muito grave. Estão alegres, ativos no dia-a-dia, depois das férias.

Conversamos sobre tantas coisas, sentados nas boas cadeiras na sacada do apartamento onde moramos. De lá podíamos ver um pouco do movimento da Türkenstraße (Rua dos Turcos), quase no centro de Munique. Mais uma vez percebi que a vida vai abrindo sorrisos para as pessoas que entram na casa dos 20 e, ao mesmo tempo, vai fechando seu semblante aos que mergulham nos 50. Mas claro, cada momento tem o seu prazer.

Foi bom ouvir os planos daqueles que estão tão próximos ao nosso coração. Eles aprenderam sonhar sonhos de qualidade. Tenho para mim que poder sonhar sonhos bons é um presente que só Deus alcança. Hoje, depois de tantos anos em contato com pessoas, percebo com muita clareza que são mais felizes as pessoas que conseguem sonhar, mesmo dentro das crises.

Lá se foi meu guri! Foi acompanhado para sempre. Ainda abanei com minha mão, depois do controle de suas bagagens, no aeroporto. Ele não percebeu nada disso. Mas no meu abano estavam as bênçaos de um pai que aprendeu a entregar o que tinha de mais caro para o mundo. Força ex-guri!

Nenhum comentário: