26.12.06

Última Noite!

São 22h e 10min deste 26 de dezembro de 2006. Faz quase seis anos que aqui chegei. Neste momento me encontro um tanto cansado de empacotar. Amanhã, bem cedo, carregaremos nossos pertences num caminhão que, logo depois, seguirá para Hamburg. Interessante isso! Foi desta cidade que meus antepassados partiram há exatamente 120 anos atrás. Por aqui, tentei melhorar, ajardinar pelo menos um cantinho do mundo. Para tal, sempre tentei usar a ferramenta da "palavra" falada e escrita. As vezes carrego a impressão que também luto contra "moinhos de vento".

Lá no fundo, na última janela da direita, logo abaixo do telhado, vi a neve caindo. Observei as primaveras e os outonos alemães. Vi pássaros construindo ninhos e, enquanto isso, me deliciei com seus "cantos" afinadíssimos. Foi dali que, olhando o caminho que conduzia à Gabelsbergerstraße, ousei sonhar meus próximos sonhos. Ficarei com saudades da Markuskirche que resistiu a bombardeios e que, hoje, ainda congrega filhas e filhos de Deus. Agora eu vou prá Joinville - tschau! Me sinto forte. Tenho muito o que repartir. Vou feliz! Viajo contente! Carrego muitas sementes...

2 comentários:

Anônimo disse...

Finalmente né galera...
Barulho de sino nunca mais...
AHEHOEAOHEAHOAEHOOHAEHOAE

Venham logo que estamos com saudadesssssssssssss

Áquila

Anônimo disse...

Apesar das badaladas incansáveis, e na maioria muito inoportunas desse sino, este endereco de vocês estará para sempre gravado em meu coracao. Ali aprofundamos nossa amizade, comemos "churrasco" e tomamos cerveja regado a muita risada e conversa boa. Foi ali que eu aprendi a amar vocês e ali que vocês se tornaram para sempre parte da minha vida. Como disse Shakespeare: "O espírito esquece todos os sofrimentos quando a tristeza tem companhia e amizade que a console." Vocês foram, e eu sei que continuarao sendo, bálsamo para mim. Obrigada pelo carinho de vocês, pelos muitos aipins comidos juntos e pelo ombro sempre amigo e acolhedor.

Beijos.

Cíntia