30.8.06

E eu estou Alegre!


Nossa viagem começou em Munique e nossa primeira parada foi Curitiba, onde fomos hospedados na Casa do Estudante Luterano. Os curitibanos nos acolheram muito bem. Os colegas Evandro e Mário, secundados pela sua gente, nos organizaram um excelentíssimo programa. Numa daquelas noites, fui convidado a fazer a pregação quando de um Culto. Fazia tempo que eu não pregava - uns três anos creio eu.

Enquanto cantávamos o hino que nos preparava para ouvirmos a palavra de Deus, parei a pensar: - Será que ainda dou conta deste recado? Parece mentira mas, naquele momento, senti-me sem embocadura para realizar a tarefa. Sempre gostei de repartir textos bíblicos com a Comunidade. Claro que eu estava preparado para fazê-lo. No entanto, ali estava aquele "friozinho na barriga" mexendo comigo.

Oraram pela pregção e, de repente, eu estava atrás do púlpito. As palavras foram me brotando na boca e eu, em contrapartida, me alegrando. Se hoje olho para trás, agradeço a Deus por ter me dado a ousadia de optar pelo estudo da Teologia, lá nos idos inícios dos anos 70. Que prazer indescritível eu pude sentir enquanto repartia com as pessoas, das coisas que Deus me falara quando da minha meditação particular.

Neste momento estou vendo possibilidades de, novamente, atuar como pastor no Brasil. Volto para atuar no seio da IECLB em janeiro de 2007. Venho com o coração mais apertado por causa da sabedoria que empilhei sobre a base outrora construída junto à nossa gente. Venho levado pelo vento. Estou me deixando levar pela brisa que me impulsiona pelas costas - sim senhor! E eu estou alegre...