15.12.09

PAZ!


Zacarias, o pai de João Batista, escreveu um cântico onde apontou para a Vinda do Salvador: “Graças ao misericordioso coração do nosso Deus, pelo qual nos visita o Astro das alturas, para iluminar os que jazem nas trevas e na sombra da morte, para guiar nossos passos no caminho da paz.” (Lucas 1.78-79)

Alguns pastores que pastoreavam seu rebanho nos campos de Belém receberam a visita de um anjo que lhes disse: “Não tenhais medo! Eis que eu vos anuncio uma grande alegria, que será para todo o povo: Nasceu-vos hoje um Salvador, que é o Cristo Senhor, na cidade de Davi.” (Lucas 2.10-11)

Noutro momento é uma multidão de anjos do exército celeste que louva a Deus dizendo: “Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens (e às mulheres) que Ele ama.” (Lucas 2.14)

O que é paz? Ora a paz é um desejo que perpassa os séculos. Em todos os tempos se buscou e continua se buscando a paz pessoal, a paz para o mundo no qual vivemos. Sempre se carrega a impressão de que, finalmente, a paz chegou para ficar. Mas sempre de novo nos decepcionamos com esse sentimento. Parece mentira, mas nunca conseguimos encontrar a paz verdadeira e duradoura. Então, onde está esta paz? Quando vem esta paz? Como encontraremos esta paz? Tais perguntas continuam movendo as pessoas no século 21.

Paz é mais! É harmonia entre o Criador e suas criaturas, é a comunhão entre as pessoas e seu Deus. Esta harmonia acontece nas relações das pessoas entre si, das pessoas com a natureza. Pena que toda esta idéia esteja deturpada. Com o tempo, Deus passou a ser estranho para muitas pessoas. A própria Bíblia testemunha que as pessoas “desaprenderam o caminho da paz. Que elas não têm respeito por Deus.” (Romanos 3.17-18) Isso tudo acaba sendo muito trágico. Nos últimos tempos, antes da segunda vinda de Jesus Cristo, com poder e glória, esse desejo por paz vai ser muito forte nas pessoas: “Quando elas disserem: paz e segurança! Então, lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores sobre a mulher grávida; e não poderão escapar.” (1 Tessalonicenses 5.3) Coisa boa! Aquilo que as pessoas não conseguem pela própria força, Deus consegue: a Paz!