6.4.11

Pratos limpos!


Deus tem um jeito bem especial de resolver problemas complicados. Para fazê-lo, Ele promove clareza e transparência onde há desacordo entre palavras e ações.

As pessoas cristãs se permitem atingir pelos raios da misericórdia; da justiça e da verdade de Deus. Quando elas são atingidas por estes atributos acontece a “boa radiação”, ou seja: bondade; integridade e honestidade. É assim que o mundo todo se beneficia dos “raios” da luz de Deus que se refletem nas Suas filhas e nos Seus filhos. Enquanto a maioria das pessoas só busca fama, lucro e diversão, a cristandade se auto-examina com perguntas constantes: - Será que Deus quer isso de mim? Será que o que vou fazer é bom? Será que continuo comprometido com a Verdade? Será que o que vou fazer é honesto?

Quem desenvolve a capacidade da auto-examinação vê a vida com outros olhos: percebe seu egoísmo; nota quando “marionetiza” os fatos em benefício próprio; se dá conta se suas atitudes só visam “lucros” exclusivos. Resumindo, pessoas expostas à luz de Deus aprendem a “olhar no espelho”. A autocrítica, muitas vezes, nos induz a só vermos as sombras que são produzidas à nossa volta. Carrego a impressão que Deus não se alegra com a nossa participação nestes fóruns.

O fato é que Deus usa de outra abordagem para desestabilizar o erro. Quando a maldade vem anuviar, Ele desafia a reagirmos com honestidade, bondade e retidão. Isso não quer dizer que vamos deixar passar o mal dito em brancas nuvens; que vamos engolir em seco as ofensas que nos imputaram. O enfrentamento das crises leva à introspecção; ao autoconhecimento; à maturidade. É nestes momentos que os atos de injustiça são colocados sobre a mesa para, só então, serem desmascarados; expostos à luz. Deus, ao Seu jeito, põe todas as crises em “pratos limpos”, a partir da Verdade.