13.4.14

A Festa e o Tempo!


A festa foi transcorrendo,

E te percebi preocupada.

Há algo que não entendo,

Lá, bem no fim desta estrada.

O tempo nunca me espera

E sempre me faz trapaça.

Parece que nada prospera 

Em mim, sob esta couraça. 

Nenhum comentário: