16.9.13

Você sentindo cansaço?

Ando por aí e percebo a solidão na vida de muitas e de muitos que comigo convivem. Daí então me caiu na vista este texto de Mateus 11.28-30. Foi em cima dele que resolvi dar umas "pinceladas".

28 - Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. 29 - Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. 30 - Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve. 

Hoje em dia se exige muito de nós. Todo mundo sabe que ninguém pode gastar, permanentemente, mais do que recebe. Quem assim se comporta logo acabará sofrendo um grande esgotamento em todas as áreas da sua vida. Sim, as "fontes de renda naturais” tipo sono, alimentação, férias e passatempo parecem não ser mais suficientes para muitas e muitos de nós. Se nos analisarmos bem, perceberemos que nem todas as informações que recebemos são processadas no nosso intelecto; no nosso corpo. As constantes notícias negativas nos atingem deixando suas marcas. Sim, há pessoas no nosso meio que estão cansadas de viver; atormentadas pela solidão; nervosas; apáticas; tristes...

Talvez esta descrição não se aplique a você. Se esse for o caso, agradeça a Deus. Mas eu sei que há pessoas no nosso meio que perderam a alegria de viver. Nós não conseguimos corrigir este estado de espírito simplesmente indo dormir cedo; tomando vitaminas e medicamentos ou simplesmente ouvindo boa música. Este sentimento ruim que faz casa dentro de nós aponta para uma causa mais profunda; uma espécie de inquietação interior se instalou em nós.

O grande filósofo cristão Agostinho estava certo quando disse que o nosso coração está inquieto enquanto não repousar em Deus. Quem uma vez encontra esta quietude experimenta rumo certo porque sabe que tem um amparo; um porto seguro. Quem se sente em casa na presença de Jesus Cristo descarrega o lixo acumulado em seu coração no colo de Deus. É esta a atitude que abre o espaço para novos e bons pensamentos. Não pare! Anime-se! Busque essa vivência e experimente isso que a Palavra de Deus promete: descanso!


Às vezes parece falhar o cumprimento da promessa de paz e tranquilidade que Jesus quer nos presentear. Essa falha pode ser fruto da nossa tendência de querer tomar o rumo da nossa vida inteiramente em nossas mãos. Quem age assim dá mostras de que não está muito a fim de se submeter ao senhorio de Jesus Cristo. Só a confiança em Deus e a vontade de viver sob Seu domínio são capazes de nos promover autoconfiança saudável. A partir daí, sem esforço, nos mostremos pessoas mais gratas. Ora, a gratidão é a chave para a alegria e justamente esta alegria que vai dar sentido e paz à nossa vida. Amém!