Postagens

Mostrando postagens de Maio 1, 2011

Dia das Mães!

Imagem
A idéia de se dedicar um dia do ano para as mães tem um pouco menos de 100 anos. Tudo começou com a Sra. Anna Jarvis, moradora na cidade de Virgínia (EUA). Anna era professora e lecionava para mulheres. Com o tempo ela foi percebendo que suas alunas se ocupavam quase que exclusivamente com os seus maridos e com os seus filhos; quase nada com suas mães idosas. Vai daí resolveu engajar-se no sentido de mudar “ mudar a cabeça ” daquelas mulheres. Algo precisava ser feito e Anna decidiu criar o “ Dia das Mães ”. Divulgou o seu sonho entre as pessoas de sua relação de amizade e logo a proposta foi angariando simpatias. Ela escreveu inúmeras cartas para políticos, prefeitos, redações de jornais, ministras e os ministros eclesiásticos e empresários da época. O conteúdo das cartas que enviava era sempre o mesmo: Que tal criar-se uma data no segundo domingo de maio para lembrar com seriedade as mães. Muitas destas pessoas alcançadas pelas correspondências da Sra. Anna passaram a apoiar a t

Será que eu vou pro céu?

Imagem
Outro dia ouvi a avó do Nando: - Cuidado menino! Desse jeito você não vai pro céu! O menino retrucou de primeira: - Eu nem sei se quero ir para o céu vó! Pois fiquei com vontade de entrar na conversa. Podemos chegar onde quisermos sem Deus. O problema é que “ no final do caminho tem uma pedra ”. Sim, Deus nos quer no Seu Reino, mas como chegar lá? Como estudante, Lutero se esforçou para encontrar o caminho que conduzia ao céu. Como professor, pesquisou em busca duma resposta bíblica. Já como padre, tentou matar sua curiosidade se assessorando da Comunidade. Num primeiro momento o nosso Reformador até entendeu que deveria fazer obras para alcançar o céu. Já num segundo, lhe ficou claro que “ só teria acesso ao Reino de Deus a partir da sua fé ” (Romanos 1.16a) Ninguém consegue o céu por si só. Deus, em Jesus Cristo, já fez tudo o que precisava ser feito para que o conseguíssemos. Daí que crer é colocar-se no colo de Deus. Somente a fé nos abre as portas do céu. Lutero entendeu es